18 de maio de 2024

BUTTINA GASTROBAR

BUTTINA FUTEBOL AO VIVO E GASTRONOMIA

LIBERTADORES FEMININA: Palmeiras vence Atlético Nacional-COL por 4 a 3 em duelo de viradas

4 min read

LIBERTADORES FEMININA: Palmeiras vence Atlético Nacional-COL por 4 a 3 em duelo de viradas

O Verdão saiu atrás, mas virou o jogo em seguida. Depois de sofrer um 3 a 2, reverteu o placar no final e levou nova vitória na fase de grupos

O Palmeiras visitou o Atlético Nacional-COL em Bogotá e saiu de campo com os três pontos, após sete gols marcados

Categorias: Futebol Feminino

Por: Agência Futebol Interior, 11/10/2023

Palmeiras saiu de campo mais uma vez com três pontos (Foto: Staff Imagens Woman/CONMEBOL)

Destaques

São Paulo, SP, 11 (AFI) – O Palmeiras visitou o Atlético Nacional-COL no estádio Metropolitano de Techo, em Bogotá, capital da Colômbia, para um jogo de sete gols e três viradas no placar, que terminou com vitória brasileira por 4 a 3 na terceira rodada da fase de grupos da Libertadores Feminina de 2023.

Os gols sofridos foram os primeiros no torneio, mas não fizeram mal, já que o time da capital paulista chegou a nove pontos com 100% de aproveitamento e está nas quartas de final do torneio, assim como o rival, que se manteve com seis, no segundo lugar.

No outro duelo do Grupo A, o Barcelona-EQU venceu o Caracas-VEN por 3 a 2, de virada também e conquistou seus primeiros três pontos, permanecendo na terceira colocação, enquanto o adversário venezuelano terminou zerado, na lanterna.

Palmeiras saiu de campo mais uma vez com três pontos (Foto: Staff Imagens Woman/CONMEBOL)

PALMEIRAS CORREU ATRÁS E EMPATOU

Jogando fora de casa, o Palmeiras começou assistindo o rival tocar a bola e construir com precisão. Logo com dois minutos surgiu a primeira oportunidade, e foi fatal. Quejada recebeu um lançamento na entrada da área, freou a jogada e finalizou firme. No rebote da goleira Amanda, Sara Córdoba apareceu na entrada da pequena área para empurrar a bola rumo ao gol vazio, com apenas dois minutos no relógio.

Aos 23 minutos, as brasileiras tiveram uma grande chance de empatar o jogo, surgindo dos pés de Bia Zaneratto, que enxergou a companheira e lançou na área. Amanda Gutierres dominou de costas para a meta e pisou para Duda Santos, que ajeitou para a direita e finalizou colocado no canto baixo, mas a goleira adversária buscou.

Na sequência o Palmeiras teve oportunidade em uma cobrança de falta, a pouco centímetros da linha da grande área, dentro da meia lua. Andressinha e Zaneratto na bola, mas a Imperatriz quem foi para o tiro direto, contra seis adversárias na barreira, mas a armadora finalizou no canto contrário e acertou logo abaixo de onde a coruja dorme, sem sequer dar a chance da goleira pular, empatando tudo no Metropolitano de Techo, em Bogotá.

TRÊS VIRADAS TERMINARAM COM VITÓRIA DO PALMEIRAS

A segunda etapa teve um cenário parecido, com o embate disputado, mas o time paulista chegando melhor. Aos dez minutos Bia Zaneratto recebeu a bola de frente para a meta, tirou a marcação, e finalizou rasteiro, mais para o meio do gol do que para o canto esquerdo. A goleira Valery, que fazia um grande jogo, acabou aceitando e sofrendo a virada.

Não demorou muito para o Atlético Nacional empatar novamente com um golaço. Depois de uma reposição da goleira, Laura Aguirre fez um baita lançamento para Marcela Restrepo, que dominou no peito e aproveitou a defesa desorganizada. Primeiro contou com um erro no tempo de bola da marcadora, venceu a segunda no corpo e a terceira no drible, para ficar cara a cara com Amanda e colocar 2 a 2 no placar após uma finalização na bochecha do gol.

Aos 20, uma cobrança de escanteio curta caiu nos pés de Quejada. A jogadora rolou para o lado e encontrou Joselyn Espinales, que finalizou de primeira mandando a bola muito bem colocada no ângulo direto alto de Amanda, que pulou e não achou nada, virando novamente o jogo a favor das colombianas, 3 a 2.

15 minutos depois a igualdade voltou ao placar. Um cruzamento da direita sobrou no meio da área depois de uma bola mal tirada. A atacante Yamila Rodriguez foi para a finalização, mas foi bloqueada pela marcação, sobrando para Lorena Benítez aparecer por trás com finalização colocada, empatando o duelo pela quarta vez.

Aos 42 minutos, Yamila finalizou da direita, a bola desviou a e a goleira bateu roupa, sobrando para Letícia finalizar, mas foi travada. Na sobra, Flávia Mota adiantou a marcação e encobriu a goleira, virando o jogo novamente, 4 a 3 a favor do Palmeiras. Logo na sequência, Yunaira López foi expulsa por uma entrada perigosa, deixando o Atlético Nacional com uma jogadora a menos.

Nas quartas de final do torneio, o Palmeiras, que teve a melhor campanha no Grupo A, enfrenta o segundo colocado do Grupo B, que será decidido entre Universidad de Chile-CHI, Independente Santa Fé-COL, Olimpia-PAR e Universitario-PER, no sábado (14).

12/10/2023 – 19h30 AGENDADO América de Cali (COL) 0 0 Nacional (URU) 12/10/2023 – 19h30 AGENDADO Internacional 0 0 Boca Juniors (ARG) 12/10/2023 – 17h00 AGENDADO Colo-Colo (CHI) 0 0 Always Ready (BOL) 12/10/2023 – 17h00 AGENDADO Libertad Limpeño (PAR) 0 0 Corinthians 11/10/2023 – 19h30 AO VIVO Olimpia (PAR) 2 1 Universitario (PER) 11/10/2023 – 19h30 AO VIVO Universidad de Chile (CHI) 0 1 Santa Fe (COL) 11/10/2023 – 17h00 FINALIZADO Barcelona (EQU) 3 2 Caracas (VEN) 11/10/2023 – 17h00 FINALIZADO Atlético Nacional (COL) 3 4 Palmeiras

Confira também: