19 de abril de 2024

BUTTINA GASTROBAR

BUTTINA FUTEBOL AO VIVO E GASTRONOMIA

Servidores públicos terão ponto facultativo em jogos da seleção feminina na Copa do Mundo

3 min read

Servidores públicos terão ponto facultativo em jogos da seleção feminina na Copa do Mundo

O Brasil nunca foi campeão da Copa do Mundo e o Governo quer mobilizar o país por este feito inédito.

Ação do Governo Federal visa mobilizar servidores em apoio ao futebol feminino do Brasil.

Categorias: Futebol Feminino

Por: Agência Estado, 16/07/2023

Ministra dos Espotes, Ana Moser falou sobre a medida.

Destaques

Campinas, SP, 16 – Servidores públicos federais terão ponto facultativo durante jogos da Seleção Brasileira Feminina de futebol na Copa do Mundo da Austrália e Nova Zelândia de 2023. De acordo com informações da Agência Brasil, o Ministério da Gestão e Inovação publicará na próxima terça-feira, 18, uma portaria no Diário Oficial da União com a adoção da medida que permitirá a folga do trabalho de colaboradores para assistirem às partidas.

A flexibilização já é tradicional em jogos da seleção masculina e ocorreu na Copa do Mundo do Catar de 2022. No entanto, é nova para uma competição feminina, que será contemplada com o ponto facultativo pela primeira vez. A ideia partiu de pedido da ministra do Esporte, Ana Moser, ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, feito no começo do mês quando ambos acompanharam treinos da equipe no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

A medida funcionará da seguinte maneira: o expediente terá início às 11h em dias que os jogos começarem às 7h30 no horário de Brasília e ao meio-dia quando iniciarem às 8h. O documento ainda prevê a compensação de horas não trabalhadas até 29 de dezembro.

Ana Moser vê a medida como um passo para maior inclusão das mulheres na cultura e dia a dia dos brasileiros. “Coloca o esporte feminino em um lugar de mais destaque”, disse a ministra ao Estadão, destacando também a representatividade: “Imagina quantas meninas vão ver mulheres jogando a Copa do Mundo com todos em casa podendo assistir aos jogos. É colocar o futebol feminino mais próximo da cultura das famílias”.

A ministra ainda acrescentou que o ponto facultativo pode ajudar no crescimento da modalidade. “É lógico que, de muitas maneiras, o futebol feminino ainda está longe do futebol masculino, mas são ações como essa que vão potencializando a inclusão das mulheres, e isso, culturalmente, é grande”, comentou.

“É um pequeno gesto, mas é de pequenos gestos somados que vamos alimentar a ampliação da cultura do futebol para que cresça e inclua as mulheres”, finalizou Ana Moser.

A estreia da seleção brasileira está marcada para 24 de julho, às 8h, contra o Panamá, no Hindmarsh Stadium. O segundo jogo será no dia 29, frente à França, às 7h no Sidney Football Stadium, e o fechamento da fase de grupos em 2 de agosto, contra a Jamaica, no Melbourne Rectangular Stadium, também às 7h. Todas as partidas serão disputadas na Austrália.

O Brasil nunca foi campeão da Copa do Mundo Feminina, sendo o melhor resultado um vice-campeonato para a Alemanha em 2007. Na última edição, em 2019, a equipe foi eliminada nas oitavas de final para as francesas. Há uma movimentação por parte de Ana Moser para que o País se candidate como sede do Mundial de 2027.

Categorias: Futebol Feminino

Por: Agência Estado, 16/07/2023

Confira também:

Noticias Relacionadas