18 de maio de 2024

BUTTINA GASTROBAR

BUTTINA FUTEBOL AO VIVO E GASTRONOMIA

BRASILEIRO FEMININO A2: Red Bull Bragantino é campeão após nova vitória sobre o Fluminense

3 min read

BRASILEIRO FEMININO A2: Red Bull Bragantino é campeão após nova vitória sobre o Fluminense

No confronto de ida, o Massa Bruta passou por cima do Tricolor por 3 a 0 jogando no Rio de Janeiro, praticamente garantindo o título

O Red Bull Bragantino se sagrou campeão do Brasileiro Feminino A2 depois de vencer o Fluminense mais uma vez, agora por 1 a 0

Categorias: Futebol Feminino

Por: Agência Futebol Interior, 10/07/2023

Destaques

Bragança Paulista, SP, 10 (AFI) – Red Bull Bragantino e Fluminense-RJ fizeram nesta segunda-feira (10) o segundo confronto válido pela grande final do Campeonato Brasileiro Feminino A2. O confronto que teve início às 19h aconteceu no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, e terminou com o time de Bragança se sagrando campeão após nova vitória, desta vez por 1 a 0.

O Red Bull Bragantino disputou a segunda divisão pela primeira vez no ano de 2021, quando foi campeão nos pênaltis sobre o Atlético-MG, após dois empates sem gols. No ano seguinte, acabou rebaixado, mas nesta temporada conquistou o bicampeonato do Feminino A2, agora sobre o Fluminense.

PRIMEIRO JOGO DEU RED BULL BRAGANTINO

No primeiro confronto, que aconteceu no Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro, o Fluminense foi derrotado em casa por 3 a 0 no domingo do dia 2 de julho, com três gols no primeiro tempo, de Luana Lima aos 36 minutos, e dois de Letícia Monteiro, aos 42 e 49.

O JOGO

Independente da vantagem conquistada no Rio de Janeiro, o Red Bull Bragantino logo mostrou uma postura ofensiva, quando Rhay Coutinho finalizou cruzado com menos de um minuto, mas a bola foi para fora. Aos dez, Letícia Monteiro soltou uma pancada, mas a goleira Amanda Coimbra mandou para escanteio.

Na cobrança de escanteio, a bola foi mal cortada pela defesa e sobrou para Luana, que sozinha levantou na pequena área e a argentina Paulina Gramaglia, que disputará a Copa do Mundo ainda em julho, cabeceou para o fundo da rede, abrindo o placar.

O intervalo chegou e nada do Fluminense reagir, que voltou a campo na segunda metade precisando marcar no mínimo quatro gols, para levar o confronto para a disputa por pênaltis. Ainda assim, o time carioca não conseguiu ser agudo ofensivamente e seguiu sem marcar.

Aos 40 minutos, o Red Bull Bragantino teve nova chance de marcar em cobrança de falta que originou um cruzamento na área. De cabeça, uma jogadora paulista colocou a bola no travessão, e no rebote Letícia Monteiro aproveitou o gol vazio para ampliar o placar. Com ajuda do VAR, o gol foi anulado pela árbitra por impedimento.

Mesmo tendo o gol anulado, o time de Bragança Paulista foi campeão com 4 a 0 no agregado sobre o Fluminense, depois de vitórias em ambas partidas da grande final.

RETROSPECTO DO CAMPEÃO

Na primeira fase, o Red Bull Bragantino terminou na segunda colocação do Grupo A, com 14 pontos em sete jogos e a melhor defesa, empatado com o Botafogo-RJ. Na fase seguinte, eliminou o UDA-AL com goleadas por 7 a 1 fora de casa e 5 a 2 em Bragança. Já classificado, o adversário foi o América-MG na terceira fase, onde venceu em Minas Gerais por 2 a 0 e em casa por 3 a 0, chegando até a disputa do título.

CLASSIFICADOS E REBAIXADOS

Independente de ter perdido o título brasileiro feminino da segunda divisão, o Fluminense se junta ao Red Bull Bragantino e ambos já estão classificados para a primeira divisão nacional de 2024, assim como Botafogo-RJ e América-MG, já que os quatro semifinalistas automaticamente garantem suas vagas.

Por outro lado, Bahia, Athletico-PR, Real Ariquemes-RO e Ceará, quatro últimos colocados na tabela geral do Brasileiro Feminino A1, estão automaticamente rebaixados para a segunda divisão em 2024.

10/07/2023 – 19h00 Finalizado Red Bull Bragantino 1 0 Fluminense

Categorias: Futebol Feminino

Por: Agência Futebol Interior, 10/07/2023

Confira também: